CONCURSO PARA CONTRATO DE TRABALHO A TERMO RESOLUTIVO CERTO (Ref. UID/MAR/04292/2019)

Posição:
Técnico de Informática Adjunto no âmbito do Programa Estratégico UID/MAR/04292/2019 atribuído ao MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, e desenvolvido pelo IMAR-Instituto do MAR, com sede no Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores, na Horta (Ilha do Faial).

Requisitos de admissão:
O candidato tem de possuir o 12.º ano de escolaridade ou de curso que lhe seja equiparado, conforme expresso na alínea b) do n.º 1 do artigo 86.º da Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas. Será dada preferência aos candidatos que possuam formação complementar específica em informática devidamente certificada e que possuam experiência profissional, preferencialmente, em instituições de Ensino Superior ou de Investigação & Desenvolvimento. A motivação e interesse para o desenvolvimento das funções, e autonomia na execução das tarefas, serão tidos em consideração na avaliação. Os candidatos deverão ter disponibilidade imediata para iniciar o contrato.

Funções: O candidato terá como funções específicas:
1. Manutenção de computadores e reparação de “hardware”;
2. Instalação de sistemas operativos, baseados em MS Windows;
3. Instalação de “software” (drivers, programas utilitários e científicos);
4. Operação de sistemas de videoconferência;
5. Segurança de computadores e rede informática.

Legislação aplicável:
Código do Trabalho, aprovado pela Lei n.º 7/2009, de 12 de fevereiro, com todas as alterações sucessivamente introduzidas. Contrato a celebrar para execução de tarefa ocasional, nos termos da alínea g), nº 2, do artigo 140º do Código do Trabalho.

Local de trabalho:
O trabalho será desenvolvido no IMAR – Instituto do MAR, com sede no Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores na Horta (Ilha do Faial), sob a orientação do Doutor João Gonçalves, do Doutor Hélder Marques da Silva e do Técnico de Informática Paulo Castro.

Duração do contrato:
O contrato vigorará por seis meses, com início previsto em fevereiro de 2019, eventualmente renovável.

Valor da remuneração:
O técnico será remunerado de acordo com a regulamentação portuguesa, sobre o serviço público na categoria “Técnico de Informática Adjunto” nível 1, e todos os outros benefícios previstos na legislação nacional.

Métodos de seleção:
A avaliação basear-se-á na informação contida nos seguintes documentos a fornecer: Curriculum Vitae (CV) detalhado, fotocópia de certificados de habilitações, carta de motivação, juntamente com outros documentos que possam ser considerados de valor para avaliar o mérito do candidato em relação à presente posição. Os candidatos serão seriados com base nos seguintes critérios: habilitações literárias (mínimo 12º ano ou equivalente); formação certificada em informática; experiência profissional em informática em instituições de ensino superior ou de investigação científica; experiência profissional em informática noutro tipo de instituições e carta de motivação. Cada um destes critérios será avaliado na escala de 0 a 4 pontos (0 não tem; 1 – fraco; 2; razoável; 3 – bom; 4 – excelente) por cada um dos elementos do júri. A disponibilidade imediata e o nível de formação indicado constituem critérios decisivos para aceitação das candidaturas.

Prazo de candidatura e forma de apresentação das candidaturas:
O concurso encontra-se aberto de 22 de janeiro a 4 de fevereiro 2019. As candidaturas devem ser formalizadas por e-mail com os seguintes documentos: CV detalhado e fotocópias de cartas e outros certificados de cursos. As candidaturas deverão ser enviadas por email devidamente identificadas com o assunto: “Concurso –Técnico de Informática 2019” para: imar.secretariado@gmail.com

Composição do Júri de Seleção:
Doutor João M. Gonçalves (Presidente), Doutor Hélder Marques da Silva (Vogal), Doutor Eduardo Isidro (Vogal).

Forma de notificação dos resultados:
Os resultados finais da avaliação serão apresentados através de lista ordenada por pontuação final obtida e enviados por correio eletrónico a todos os candidatos, sendo o candidato aprovado notificado através de e-mail. Caso a decisão seja desfavorável os candidatos dispõem de um prazo de 10 dias úteis para se pronunciarem. O júri reserva-se ao direito de não atribuir o contrato em função da qualidade das candidaturas.