CONCURSO PARA CONTRATO DE TRABALHO A TERMO RESOLUTIVO CERTO-Técnico Superior

Encontra-se aberto concurso para técnico superior com contrato de trabalho a termo resolutivo certo.

Posição: Técnico superior no âmbito do projeto DDESPAR “Diversificação para o Desenvolvimento Sustentável da Pesca Artesanal dos Açores “financiado pelo Programa Operacional MAR2020 e desenvolvido pelo IMAR-Instituto do MAR, com sede no Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores.

Área científica: Ecologia marinha e pescas

Requisitos de admissão: O candidato deve possuir:

  1. mestrado em Biologia Marinha, Recursos Marinhos, Ecologia marinha, Oceanografia ou áreas afins,
  2. Experiência comprovada em programas marcação standard e eletrónica de atuns ou elasmobrânquios
  3. Pelo menos uma publicação científica em revistas com arbitragem internacional
  4. Conhecimento dos ecossistemas naturais do Atlântico
  5. Conhecimento do uso de programas de análise estatística e geoespacial (R, ArcGis, QGis ou similares) e de análise de dados de biotelemetria
  6. Residir na região autónoma dos Açores

Funções: O candidato terá como funções específicas:

  1. Ajudar no desenho de amostragem e planeamento do trabalho;
  2. Organizar e realizar todo o tipo de saídas de mar para marcação de atuns, tubarões e outros organismos marinhos;
  3. Acompanhar as saídas de mar para monitorização dos MFADs por pesca pela empresa subcontratada;
  4. Monitorização e manutenção de sistemas MFADs e respectivos equipamentos eletrónicos associados;
  5. Ser responsável pelo registo e organização dos dados recolhidos durante as saídas de mar;
  6. Analisar os dados de bio-telemetria, pesca, e outros;
  7. Preparar e recolher informação junto dos pescadores e associações de produtores;
  8. Elaborar relatórios de projeto;
  9. Participar na preparação de artigos científicos e de comunicações em encontros científicos.

Caso o diploma tenha sido concedido por uma instituição de ensino superior estrangeira, esse diploma deverá obedecer ao disposto no Decreto-Lei nº.  66/2018, de 16 de agosto até a assinatura do contrato.

Legislação aplicável: Código do Trabalho, aprovado pela Lei n.º 7/2009, de 12 de fevereiro, com todas as alterações sucessivamente introduzidas. Contrato a celebrar para execução de tarefa ocasional, nos termos da alínea g), nº 2, do artigo 140º do Código do Trabalho.

Local de trabalho: O trabalho será desenvolvido no IMAR Instituto do MAR, com sede no Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores na Horta (Ilha do Faial), sob a orientação científica da Doutor Jorge Fontes.

Duração do contrato:  O contrato vigorará por seis meses e será eventualmente renovável, nos termos da lei até final do projeto. Em nenhuma circunstância o contrato vigorará para além do prazo previsto para a execução do Projeto, não podendo, igualmente, exceder o limite legal de dois anos.

Valor da remuneração: A remuneração será de acordo com a regulamentação portuguesa sobre o serviço público na categoria “Técnico superior” com o índice 15, correspondendo a um salário mensal bruto de 1205.08 €, incluindo todos os benefícios previstos na legislação Portuguesa.

Processo de seleção: A avaliação basear-se-á na análise do Curriculum Vitae detalhado, considerando os elementos que demostrem as capacidades requeridas neste anúncio bem como o cumprimento dos critérios de admissão. Uma entrevista pode eventualmente ser exigida.

Prazo e forma de apresentação das candidaturas: O concurso encontra-se aberto no período de 27 de abril a 10 de maio de 2021 (10 dias úteis) As candidaturas devem ser formalizadas por correio eletrónico incluindo os seguintes documentos: carta de motivação; Curriculum Vitae detalhado e cópias de certificados de grau académico assim como outros certificados profissionais e outra documentação considerada relevante. As candidaturas devem ser submetidas em Português ou Inglês. As candidaturas deverão ser enviadas por correio eletrónico devidamente identificadas com o assunto: “Concurso Técnico Superior DDESPAR para o email imar.candidaturas@imar.pt

Composição do Júri de Selecção: Jorge Miguel Rodrigues Fontes (Presidente), Bruno César Luz Macena Rocha e Pedro Afonso Agostinho dos Santos. A composição do júri pode ser alterada em virtude de eventual conflito de interesses com candidatos concorrentes.

Forma de publicitação/notificação dos resultados: Os resultados da avaliação serão apresentados como uma lista ordenada por pontuação individual e enviados por correio eletrónico a todos os candidatos. Caso a decisão seja desfavorável os candidatos dispõem de um prazo de 10 dias úteis para se pronunciarem. O candidato selecionado será notificado por correio eletrónico.

O júri reserva-se ao direito de não atribuir o contrato no caso em que nenhum candidato apresente a formação académica exigida, as qualificações requeridas e/ou não apresentem as condições e/ou perfil considerados necessários para a execução eficaz das tarefas previstas no Projeto.

Últimos destaques

Mais notícias