CONTRATAÇÃO DE DOUTORADO CONTRATO DE TRABALHO A TERMO RESOLUTIVO INCERTO

  • Posição a ocupar:

No âmbito do projeto IslandShark “Ilhas oceânicas como habitat essencial para tubarões migratórios” (PTDC/BIA-BMA/32204/2017, doravante denominado ‘Projecto’)”, financiado pela FCT e desenvolvido pelo IMAR-Instituto do MAR, com sede no Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores, para candidatos doutorados nacionais, estrangeiros e apátridas, que revelem um currículo científico e profissional adequado à atividade a desenvolver

  • Área científica:

Biologia Marinha

  • Requisitos de admissão:

O candidato escolhido deve ser um(a) investigador(a) auto-motivado, independente, orientado para a produção de resultados e para o trabalho em equipa.

O candidato tem de possuir os seguintes critérios de admissão (pré-requisitos): C1) Doutoramento em Biologia/Biologia marinha ou áreas afins; C2) licença de mergulho com escafandro autónomo e condução de embarcações, e C3) experiência comprovada em recolha/análise de dados de marcação eletrónica e biotelemetria de organismos marinhos por satélite e acústica;

O candidato deverá ainda ter (critérios adicionais) C4) elevada capacidade e independência de trabalho no mar e em programas de campo em biologia/ecologia marinha; C5) experiência em modelação de movimentos de organismos marinhos a partir de dados de biotelemetria, incluindo diferentes métodos de geolocalização e biotelemetria fina tri-dimensional de organismos marinhos com acelerometria; C6) experiencia no desenvolvimento e manutenção de base de dados, C7) bom registo de publicações em revistas internacionais peer-reviewed, C8) ser fluente em português e inglês, incluindo capacidade de redação de relatórios, comunicação e artigos científicos nestas línguas, C9) experiência no estudo da ecologia de tubarões e raias, e C10) experiência de mergulho e apneia. Será ainda dada preferência a candidatos com disponibilidade imediata.

  • Funções:

O candidato terá como funções específicas:

  1. participar no desenho de amostragem e planeamento do trabalho;
  2. Organizar e realizar todo o tipo de saídas de mar para marcação de elasmobrânquios, recolha de e manutenção e sistemas de vídeo remoto, manutenção de equipamentos e redes de telemetria acústica, recolha de amostras biológicas, e recolha de demais dados relevantes para os objetivos do Projeto;
  3. Ser responsável pelo registo e organização dos dados recolhidos durante as saídas de mar, incluindo a manutenção e optimização de bases de dados;
  4. Analisar os dados de biotelemetria e imagem;
  5. Elaborar relatórios de projeto;
  6. Participar na preparação de artigos científicos e de comunicações em encontros científicos.
  • Legislação aplicável:
  1. Código do Trabalho, aprovado pela Lei n.º 7/2009, de 12 de Fevereiro, com todas as alterações sucessivamente introduzidas.
  2. Decreto-Lei nº 57/2016, de 29 de agosto
  3. Lei nº57/2017, de 19 de julho
  4. Decreto regulamentar nº11-A/2017, de 29 de dezembro
  • Local de trabalho:

O trabalho será desenvolvido no IMAR Instituto do MAR, com sede no Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores na Horta (Ilha do Faial), sob a orientação científica do Doutor Pedro Afonso.

  • Duração do contrato:  
  1. O contrato visa satisfazer uma necessidade temporária do IMAR, para a execução de um serviço determinado, precisamente definido e não duradouro, cujo contexto se encontra explicitado nos Ponto 1 a 4, durante o período estritamente necessário para o efeito enquanto durar o projeto referido no ponto 1.
  2. O contrato entrará em vigor na data da assinatura e caduca quando, prevendo-se a ocorrência do termo – encerramento do projeto ou restrição, alteração ou reforma dos respetivos financiamentos de suporte – o IMAR comunique a cessação do mesmo ao contratado com, pelo menos, 7, 30 ou 60 dias, consoante o contrato tiver durado até seis meses, entre seis meses a dois anos, ou mais, respetivamente, não vigorando, em nenhuma circunstância para além do prazo necessário para a execução dos projetos nem podendo exceder o limite legal de duração.
  • Valor da remuneração:

A remuneração será de acordo com a regulamentação portuguesa sobre o serviço público na categoria Investigador Doutorado – nível Inicial, com o índice 33, correspondendo a um salário mensal bruto de 2 128,34€, incluindo todos os benefícios previstos na legislação Portuguesa.

  • Processo de seleção:

A avaliação basear-se-á na análise do Curriculum Vitae detalhado, considerando os elementos que demostrem as capacidades requeridas neste anúncio bem como o cumprimento dos critérios de admissão. Os candidatos que cumprirem os critérios de admissão (C1 a C3) serão admitidos a concurso. Destes, serão avaliados e pontuados (de 1 a 5) em cada critério com base na seguinte ponderação: C3 (20%), C4(15%), C5(10%), C6(10%), C7(10%), C8(10%), C9(15%), C10(10%). Pode eventualmente ser exigida entrevista.

  1. Prazo e forma de apresentação das candidaturas:

O concurso encontra-se aberto no período de 26 de julho  a 8 de agosto de 2019 As candidaturas devem ser formalizadas por correio eletrónico incluindo os seguintes documentos: carta de motivação; Curriculum Vitae detalhado e cópias de certificados de grau académico assim como outros certificados profissionais e outra documentação considerada relevante; até duas cartas de motivação; As candidaturas devem ser submetidas em Português ou Inglês. As candidaturas deverão ser enviadas por correio eletrónico devidamente identificadas com o assunto: “Concurso PD – IslandShark – 2019” para Sandra Silva (sandra.eg.silva@uac.pt) com CC para Doutor Pedro Afonso (pafonsopim@gmail.com).

  1. Composição do Júri de Selecção:

Doutor Pedro Afonso [Presidente], Doutor João Gonçalves e Doutor Frédéric Vandeperre. A composição do júri pode ser alterada em virtude de eventual conflito de interesses com candidatos concorrentes, devidamente considerada pela direção do IMAR

  1. Forma de publicitação/notificação dos resultados:

Os resultados da avaliação serão apresentados como uma lista ordenada por pontuação individual e enviados por correio eletrónico a todos os candidatos. Caso a decisão seja desfavorável os candidatos dispõem de um prazo de 10 dias úteis para se pronunciarem. O candidato selecionado será notificado por correio eletrónico.

O júri reserva-se ao direito de não atribuir o contrato no caso em que nenhum candidato apresente a formação académica exigida, as qualificações requeridas e/ou não apresentem as condições e/ou perfil considerados necessários para a execução eficaz das tarefas previstas no Projeto.

Em caso de empate após aplicação dos critérios de seleção, preferirá o candidato de que tiver maior pontuação no critério C3.